Back To Top

Busca Lojas Conceito ZEISS e i.Terminal

Categoria

Melhor visão com um novo par de lentes

O que é importante quando se fala de um par lentes feitas sob medida? Saber como os olhos do paciente interagem.

Dirk Siemsen é um optometrista qualificado e proprietário da mahrt und hoerning em Göttingen (Alemanha). A sua nova paciente usava óculos há mais de 30 anos. Tinha problemas com a visão nocturna e a visão 3D, queixava-se de sensibilidade à luz durante o dia e era míope. Infelizmente, nenhuma das lentes que usara até então lhe conseguia oferecer a visão perfeita de que ela precisava, a longo prazo. A MELHOR VISÃO quis saber como finalmente encontrou o par de lentes ideal e por que razão examinar a sua visão binocular foi tão importante para esta solução.

Dirk Siemsen - mahrt und hoerning

Dirk Siemsen - mahrt und hoerning

MELHOR VISÃO: No caso desta paciente, em particular, o que fez de diferente?


Dirk Siemsen: Para falar a verdade, na mahrt und hoerning, esta paciente não foi um caso especial para nós. A pergunta crucial na abordagem a cada um dos nossos pacientes é a seguinte: O que torna suas necessidades visuais únicas? Queremos optimizar o mais possível a visão de cada paciente, usamos todas as ferramentas ópticas à nossa disposição para obter a máxima acuidade. Investimos muito tempo neste processo.

Começamos por recolher detalhadamente o histórico médico. Perguntamos ao paciente quais os seus hábitos visuais, tanto no trabalho como no tempo livre. Deste modo, descobrimos os seus problemas visuais. Também inquirimos se sofre de algumas das doenças que podem afectar a visão, se esteve sob muito stress ou se tem queixas de dores de cabeça ou tensão muscular. Se for esse o caso, questionamos como o sintoma, a dor de cabeça, se manifesta. Em seguida, analisamos o desempenho visual do paciente, usamos o i.Profiler, examinamos o fundo do olho com o retinógrafo – especialmente a cabeça do nervo óptico – e verificamos se o paciente apresenta cataratas... Obviamente que as doenças oculares devem ser tratadas pelo oftalmologista. Para nós obter uma impressão da transparência e do desempenho dos olhos é a fase preparatória para o processo de refracção. Trabalhar com a colaboração de oftalmologistas é muito importante para nós.

Também é crucial observar a postura do paciente. Isto é algo fácil de se fazer na sala de refracção durante um exame oftalmológico. Poderão determinados movimentos da cabeça e do corpo estar a influenciar a visão do paciente? Isto permite-nos tirar as primeiras conclusões. E foi exactamente o que aconteceu com a paciente da qual estamos a falar.

Ao discutir o seu histórico médico, a mesma citou ter dores de cabeça frequentes.

Ao discutir o seu histórico médico, a mesma citou ter dores de cabeça frequentes.

MELHOR VISÃO: O que notou especificamente nesta paciente?


Dirk Siemsen: Ao discutir o seu histórico médico, a mesma citou ter dores de cabeça frequentes. Também notei que ela inclinava a cabeça ao focar os diagramas visuais na sala de refracção. Sentia encandeamento com frequência e era muito sensível à luz durante o dia.

Assim como com todos os nossos pacientes, verifiquei a sua visão binocular, isto é, como os dois olhos interagem. Usamos o i.Polatest e os diferentes testes que o acompanham. De início, a paciente viu os nossos testes 3D apenas a uma dimensão. O olho dominante assumiu o controlo. A imagem não estava a ser projectada de forma correta pelos dois olhos na mesma posição sobre a retina. Quando se sobrepunham, as duas imagens sobre a retina pareciam ter diferentes alturas. O cérebro da paciente não conseguia interpretar a imagem como 3D. A imagem era achatada e unidimensional.

MELHOR VISÃO: Nem todos olhamos directamente para frente?

Dirk Siemsen: Todos nós somos diferentes, e isso significa que os nossos olhos não olham sempre para a frente, como deveriam. Por exemplo: no caso de uma pessoa que usa óculos, ambos os olhos olham ligeiramente para fora, quando não se estão a mover. Isto significa que o olho dominante, que todas as pessoas têm, usa os músculos para se posicionar de modo que olhe para a frente. O olho não dominante ajusta-se a esta situação. A imagem gerada pelos dois olhos não é a ideal; no entanto, o cérebro converte-a para que pareça correcta. Isto nem sempre é um problema, mas para muitas pessoas pode causar tensão a longo prazo. Ao optimizar as lentes para a interacção dos dois olhos, somos capazes de manter o desempenho visual alto e reduzir a tensão do paciente. Pense no seguinte: Se uma lente para a visão binocular é mal corrigida em apenas 0,25 dioptrias, pode significar uma perda no desempenho visual de até 30%. É por isso que precisamos trabalhar com precisão e verificar a interacção dos dois olhos corrigidos para cada ajuste de dioptria durante a refracção. Fazer uma alteração no olho esquerdo afecta também o olho direito...

Produtos e serviços
  • i.Scription
  • i.Terminal

MELHOR VISÃO: O que havia exactamente de incorrecto com a sua paciente?

Dirk Siemsen: A paciente apresentava o que chamamos de desvio vertical. Os seus olhos não desfrutavam de uma visão ideal ao olhar para a frente, não apenas em termos de ângulo, mas também em termos de altura. Isto causava problemas para a paciente a longo prazo. A paciente não tinha as lentes correctas para compensar este defeito. Aliviámos a tensão visual ao incorporar prismas nas lentes para corrigir a sua condição, conhecida como heteroforia associada.

MELHOR VISÃO: Poderia a heteroforia associada ser um problema presente durante 30 anos?

Dirk Siemsen: A maneira como os olhos se desenvolvem e o comprimento dos músculos oculares, tudo isto é geneticamente pré-programado e hereditário. As crianças e jovens adultos ainda são capazes de compensar certas deficiências. Mas esta habilidade diminui conforme a idade avança, bem como durante períodos stressantes da vida. Às vezes pode ser que note esse stress sob a forma de dores de cabeça ou tensão muscular, mas estes sintomas desaparecem e não se tornam perceptíveis novamente, até à velhice.
 

MELHOR VISÃO: Especialistas discordam quanto ao modo de correcção de heteroforia associada. Isto acontece porquê? Alguns até advertem que é possível "viciarmo-nos" em óculos com lentes prismáticas.

Dirk Siemsen: Isto é verdade. Para mim, o mais importante é ajudar o paciente. Além desta paciente em particular, nós fomos capazes de ajudar mais pessoas. Neste caso, as dores de cabeça recorrentes desapareceram após um período inicial de duas semanas, assim como a sensação desagradável, pois os seus óculos não eram ideais em todas as situações. A sua sensibilidade à luz durante o dia foi bastante reduzida. A paciente até me perguntou se agora se iria viciar nos óculos. A resposta era simples. Eu disse que, se ela optasse por não usar os óculos novos, a sua visão voltaria a ser exactamente como era. Que mais poderia eu dizer? 

O que é a heteroforia associada?

Se a visão binocular é normal, os dois olhos vêem o objecto de forma idêntica. Com a heteroforia associada, há um desequilíbrio dos músculos responsáveis pelos movimentos oculares, o que exige uma grande quantidade de energia da pessoa com esse problema para tornar a visão possível. Se os olhos se posicionassem com menos tensão possível, o resultado seria visão dupla. As pessoas que sofrem de heteroforia associada estão sujeitas à compulsão (involuntária) de compensar este problema de visão, o que resulta numa grande variedade de queixas. A comparação mais próxima é um desvio da estrutura normal do corpo, por exemplo, uma perna é ligeiramente mais curta do que a outra. Isto muitas vezes resulta em dor nas costas e tensão, que são fáceis de compensar com uma palmilha adequada. Os óculos com lentes prismáticas podem compensar a heteroforia associada. 

 


MELHOR VISÃO: Para si, o que é importante no trabalho como optometrista? Como resumiria?


Dirk Siemsen:
Acima de tudo, o nosso interesse são as necessidades visuais de cada um dos nossos pacientes. Fazemos tudo o que for possível para manter um desempenho visual alto e, caso necessário, reduzir a tensão. Por isso, reservamos bastante tempo para discutir o histórico médico do paciente, realizar a refracção e aconselhar os nossos pacientes após a compra.

Artigos relacionados

A sua configuração de lente ZEISS individual
O uso de óculos inadequados ou a exposição à luz desfavorável podem prejudicar os seus olhos?
De quantos pares de óculos precisa?
As lentes progressivas são adequadas para a caça?
Apenas seus óculos podem fazer isso!
 

Este website usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos websites e armazenados em seu computador. O uso de cookies é uma prática comum que permite melhorar o desempenho e a visualização dos sites. Ao navegar em nossos sites você está concordando com o seu uso. mais

OK