Exercício para os seus olhos

Os nossos olhos trabalham muito todos os dias. Com alguns exercícios visuais simples, pode descontrair os seus olhos e revigorar a sua visão

O estilo de vida moderno exige muito dos nossos olhos. Se trabalhar com um computador, por exemplo, os olhos têm de se adaptar a contrastes e níveis de luminosidade diferentes até 30 000 vezes por dia. Os números para condução e actividades desportivas são semelhantes. Não admira que os nossos olhos sofram, começando a lacrimejar, a dar comichão e a ficar avermelhados. Isto é, geralmente, acompanhado por tensão do pescoço e dores de cabeça. Mas não tem de ser assim. Alguns exercícios simples de descontracção visual podem voltar a colocá-lo no caminho certo para uma visão indolor.

Exercício para os seus olhos

Exercícios para descontrair os olhos

Na sociedade actual, mais do que um em cada dois trabalhadores sentam-se em frente a um ecrã de computador. Os estudos científicos demonstram que olhar constantemente para o monitor prejudica a visão. Distinguir contrastes, diferenciar cores e alternar entre distâncias ao perto e ao longe torna-se cada vez mais complicado. Trabalho constante ao perto pode mesmo limitar o seu campo visual.

Alguns exercícios de descontracção visual podem ser muito úteis para ajudar com esta situação. Apenas demoram alguns minutos, podem ser feitos em qualquer lugar e a qualquer altura, sendo que também o podem ajudar a concentrar-se melhor quando trabalha no computador. Porque não experimentar? Aqui está uma descrição geral das melhores maneiras de descontrair os seus olhos:

Exercícios de descontracção visual


Palma
Certifique-se de que está confortavelmente sentado, apoie os seus braços numa superfície plana, feche os olhos e coloque as palmas das mãos sobre os seus olhos. Deve estar completamente escuro. Agora, respire devagar e, deliberadamente, inspire e expire durante um ou dois minutos. Assim que tiver feito isto, retire, lentamente, as suas mãos e volte a abrir os olhos.

Exercício das quatro direcções
Sente-se, confortavelmente, numa cadeira e mantenha a sua cabeça direita. De seguida, olhe o mais longe que conseguir em todas as quatro direcções durante dois ou três segundos cada: cima, baixo, esquerda e direita. Repita três vezes. Importante: movimente apenas os olhos, não a cabeça.

Massagem da órbita
Uma massagem gentil é muito relaxante para os olhos. Usando a ponta dos polegares, massaje a área por baixo das sobrancelhas – desde o cimo do nariz até à ponta da pálpebra – em movimentos circulares.

Exercício de descontracção visual
Sente-se direito e estique um braço em frente ao seu nariz com o polegar virado para cima. Agora, escolha cinco objectos: a ponta do seu nariz, o seu braço esticado, o seu polegar e mais dois objectos na sala que estejam mais distantes. Olhe para cada objecto à vez, descansando o seu olhar em cada objecto durante algumas respirações. Por último, use os dois olhos e deixe que o seu olhar deambule pela ponta do seu nariz, pelo seu braço, pelo polegar e pelos dois objectos, acabando por olhar ao longe.

Exercício da acomodação
Mantenha o seu dedo indicador direito ao nível dos olhos, a uma distância aproximada equivalente a meio braço dos seus olhos. Mantenha o seu dedo indicador esquerdo a, aproximadamente, 15 centímetros atrás. Em ritmo regular, olhe de um dedo para o outro. Faça isto durante um minuto.

Exercício da borboleta (para evitar olhos secos)
Vire-se para a frente, com a cabeça direita, e descontraia os músculos faciais e mandíbula inferior. De seguida, abra e feche as pálpebras até 20 vezes. Mantenha sempre os seus músculos descontraídos – as suas pálpebras devem movimentar-se gentilmente e sem esforço, como as asas de uma borboleta.

Tenha atenção às ofertas suspeitas Muitas empresas e agências oferecem treino visual profissional, fazendo publicidade através de seminários e livros, oferecendo uma vida sem óculos. Porém, uma coisa é óbvia: não existem, actualmente, provas científicas convincentes de que tais métodos são eficazes. Os estudos mostram um aumento mínimo na nitidez da visão, mas não o suficiente para conduzir um carro sem óculos. É muito mais importante ter lentes oculares personalizadas às suas necessidades específicas e fazer exames visuais regulares com um oculista.

Este website usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos websites e armazenados em seu computador. O uso de cookies é uma prática comum que permite melhorar o desempenho e a visualização dos sites. Ao navegar em nossos sites você está concordando com o seu uso. mais