Problemas de visão apesar de ter um par de óculos novo?

Pode necessitar de se habituar aos óculos para os aproveitar ao máximo

Os seus óculos novos têm estilo e ficam-lhe bem. O único problema: Ainda não consegue ver nitidamente. Pode ficar a pensar se não têm algum problema. Porque é que a sua visão não está perfeita mesmo tendo óculos novos? Tais problemas visuais podem ter diferentes causas. As boas notícias: Normalmente, o problema resolve-se sozinho e pode sempre recorrer ao seu optometrista para assistência adicional.

Pode necessitar de se habituar aos óculos para os aproveitar ao máximo

Pode necessitar de se habituar aos óculos para os aproveitar ao máximo

Os óculos são uma invenção que permite que as pessoas adquiram a ferramenta perfeita para contra-balançar uma visão débil. Quer seja para hipometropia, hipermetropia ou presbiopia – existe, agora, uma lente certa para quase todas as deficiências visuais. Obviamente, se comprar um par de óculos novo e não conseguir ver nitidamente, de imediato, ficará muito frustrado.

 

Todavia, existem diferentes razões pelas quais poderá passar por esta experiência:

O perído de habituação:

Sempre que comprar um par de óculos novo, que nunca tenha usado, terá sempre de se habituar a eles. Algumas pessoas apenas necessitam de poucos dias para se habituarem aos óculos novos, enquanto outras podem necessitar de períodos até duas semanas. Por isso, é perfeitamente normal se apenas conseguir ver o aro da armação dos óculos quando os usa pela primeira vez. A causa desta situação está no centro visual do cérebro. Este necessita, primeiro, de se adaptar às condições visuais melhoradas. Isto também afecta pessoas a quem tenham sido receitadas lentes de graduação diferente, ou que tenham seleccionado uma nova armação ou tipo de vidro diferente. Deste modo, é importante que continue a usar os seus óculos de maneira consistente, para os seus olhos se possam ajustar.

Pode ter esperado demasiado tempo

É o rumo da natureza: Entre as idades compreendidas dos 40 aos 49 anos, a visão das pessoas começa a deteriorar, sendo necessário, eventualmente, o uso de óculos. Num estudo com mais de 20.000 participantes, determinou-se que perto de 60% das pessoas que precisam de óculos, pela primeira vez, esperam demasiado tempo antes de adquirirem um auxílio visual.  E após terem adquirido os óculos, o centro visual do cérebro necessita, também, de se adaptar às novas condições, pela primeira vez. Normalmente, isto acontece de maneira rápida. Quase todos os antigos não utilizadores de óculos se questionam sobre o porquê de não terem adquirido óculos graduados mais cedo.

Conselhos preciosos para pessoas que já possuam óculos e cuja graduação das lentes tenha sido drasticamente aumentada (por exemplo, devido a astigmatismo ou hipometropia grave) devido a controlo de longa distância: O centro do cérebro tem de se habituar às novas impressões visuais antes de voltar a desfrutar de uma visão perfeita e confortável. Por isso, tenha paciência com os seus olhos. Geralmente, recomenda-se um teste aos olhos, a cada dois anos,  para quem já use óculos.

Lentes progressivas

As lentes progressivas facilitam a visão nítida a todas as distâncias. As zonas para distâncias visuais diferentes continuam-se a misturar umas nas outras. Isto possibilita ver todos os pormenores nitidamente, ao perto e ao longe, sem saltos visuais. O período de habituação pode demorar até três semanas. Durante este período, assegure-se que usa os seus óculos, em todas as ocasiões. A habituação é particularmente complicada para pessoas mais velhas, caso as diferenças entre o perto e o longe sejam superiores. Nestes casos, o período de habituação pode demorar até três semanas.

Uma sugestão dos peritos: Se estiver a ter problemas, comece por usar os seus óculos novos enquanto estiver sentado. Ajuste-se, lentamente, às suas novas lentes progressivas ao utilizá-las nas suas acções diárias, como, por exemplo, subir degraus, conduzir um carro ou praticar desporto. É um dado implícito que a qualidade das lentes desempenha um papel importante. Para consultas e assistência profissionais, consulte sempre o seu optometrista.

Stress

A sua pressão arterial e batimento cardíaco não são as únicas condições que podem ser negativamente influenciadas por excesso de stress: A sua visão também pode ser afectada. Em várias situações, quanto mais stressado estiver, pior será a sua visão. Sugestão: Quando se prepara para adquirir um par de óculos novo, certifique-se que consulta o seu optometrista ou oculista, para realizar um teste, quando estiver o mais relaxado possível. Se estiver stressado, os resultados do teste podem não ser exactos.

Doenças crónicas

Sofre de acidentes ocasionais ou de um declínio súbito da visão mesmo quando usa um par de óculos novo?  Se assim for, pode sofrer de uma condição crónica como diabetes ou hipertensão. Ambas as doenças acarretam um enorme impacto na acuidade visual da pessoa. Em tais casos, os seus problemas visuais não são, provavelmente, causados pelos seus óculos, mas, sim, por grandes oscilações nos seus níveis de pressão sanguínea ou glucose. Muitas pessoas nem se encontram cientes que padecem destas condições, por isso, talvez seja altura de realizar um exame geral.

Medicação

Alguns medicamentos podem, também, afectar a sua visão. Pergunte ao seu médico se este pode ser o caso com algo que toma.

Caso ainda não se encontre satisfeito e a sua impressão visual não registe melhorias, consulte o seu oculista para este verificar as especificações, mais uma vez: Certifique-se de que a graduação das lentes corresponde à receitada e que as lentes se encontram centradas. Pode, também, querer reavaliar a aptidão dos seus óculos: Os óculos que deslizam pelo nariz ou que não se fixam correctamente podem afectar a correcção e, consequentemente, o desempenho visual. O optometrista é o perito que pode realizar todas estas verificações e que fazer com que as suas lentes sejam vistas pelo fabricante.

A propósito: Caso tenha problemas adicionais com os seus óculos, como, por exemplo, com as superfícies das lentes, contacte o seu oftalmologista. Este irá avaliar as circunstâncias e determinar se é necessário ou não que as lentes sejam inspeccionadas pelo fabricante. As influencias mecânicas, térmicas ou químicas podem, potencialmente, originar uma alteração no revestimento. Os riscos nas suas lentes podem, também, causar problemas visuais. Isto é irritante, pois os riscos não podem ser removidos e as lentes têm de ser substituídas.

Clique aqui para algumas sugestões sobre tratamento dos óculos.

Este website usa cookies. Cookies são pequenos arquivos de texto criados pelos websites e armazenados em seu computador. O uso de cookies é uma prática comum que permite melhorar o desempenho e a visualização dos sites. Ao navegar em nossos sites você está concordando com o seu uso. mais