Back To Top

Busca Lojas Conceito ZEISS e i.Terminal

Categoria

No grande ecrã com ópticas Carl Zeiss

A precisão é o factor decisivo – não apenas para lentes oculares de marca premium

O Senhor dos Anéis, King Kong, O Perfume e O Complexo Baader Meinhof... Todos este filmes têm uma coisa em comum: Foram todos filmados com lentes de cinema Carl Zeiss. As empresas internacionais que são líderes actuais na produção de filmes apostam na excepcional precisão, na capacidade de grande contraste e na melhor isenção de distorção proporcionadas pelas lentes cinematográficas ZEISS.

A precisão é o factor decisivo – não apenas para lentes oculares de marca premium

A precisão é o factor decisivo – não apenas para lentes oculares de marca premium

A parceria mais antiga, na indústria cinematográfica, teve início em 1937: Aquela entre a ARRI (Arnold & Richter, Munique, Alemanha) e a Carl Zeiss. Desde a década de 1990, a ARRI tem sido a fornecedora de dispositivos de elevada qualidade para a realização e processamento de filmes da indústria. Porém, em 1937, a ARRI atingiu um dos marcos na indústria de produção de filmes, quando lançou a câmara Arriflex 35. Foi a primeira que, finalmente, permitiu que os realizadores vissem a imagem no visor. Foi também nesse ano que teve início a colaboração com a Carl Zeiss, o melhor fabricante de tecnologia óptica. A Carl Zeiss contribuiu com a lente cinematográfica para esta câmara. As lentes cinematográficas sempre foram ferramentas particularmente sofisticadas. No pequeno espaço de uma película de 35 mm, geram imagens que têm de manter os padrões mais exigentes. No fim de contas, quando forem exibidas em ecrãs de cinema gigantes, estas imagens têm de ser aumentadas até 1000 vezes. Por conseguinte, a qualidade fotográfica produzida pelas lentes utilizadas por realizadores e operadores de câmara tem de ser superior.

 

Os principais produtores internacionais de filmes continuam a contar, nos dias de hoje, com as lentes cinematográficas ZEISS. Os êxitos das bilheteiras O Senhor dos Anéis, King Kong e O Perfume foram filmados com estas lentes cinematográficas. Os critérios principais são a nitidez excepcional, a obtenção de um contraste perfeito, a reprodução de cor real e a maior isenção possível de distorção, o que permite que até o mais céptico dos entusiastas de cinema desfrute de uma experiência cinematográfica opulenta.

 

As ópticas de precisão usadas na produção de filmes têm, também, de sobreviver às condições mais adversas – situações às quais, caso alguém as quisesse proteger, não se deveriam expor. Calor, frio, vibrações, choques, areia, chuva, neve, fumo, pó, nevoeiro e muito, muito mais.

 

Na categoria de lentes cinematográficas profissionais, a Carl Zeiss é, sem dúvida, a líder mundial, com as suas ópticas de alto rendimento.

 

We use cookies on this site. Cookies are small text files that are stored on your computer by websites. Cookies are widely used and help to optimize the pages that you view. By using this site, you agree to their use. mais

OK