Como encontrar um bom óptico?

Nós dizemos-lhe o que é importante – desde o primeiro exame até à montagem das lentes oftálmicas

Equipamento de ponta, qualificações excelentes, consultas individuais e um pouco de sentido estético – estas são as diferentes formas de identificar um bom óptico. A MELHOR VISÃO explica: o que distingue uma boa óptica das restantes – desde o teste de acuidade visual até à montagem das lentes? Como encontrar um óptico perto de si? Como funciona um teste de visão? Como obtém os melhores resultados possíveis?

O que distingue um bom óptico?

Existem muitos ópticos, mas nem todos têm os mesmos padrões de qualidade, a mesma filosofia ou as mesmas áreas de especialização. O seu know-how, equipamento e qualidade da consulta podem variar amplamente. Além disso, seleccionar um novo par de óculos e decidir por um óptico em particular é sempre uma escolha muito pessoal – tal como optar por um médico. Assim, o seu óptico deve não só ser especialista na sua área, como também ser acessível. Reunimos os pontos mais importantes para ajudá-lo a identificar um bom óptico..

Verificar por telefone

Mal tenha encontrado um bom óptico que acredite que será acessível – nomeadamente, na internet ou usando a função de pesquisa [Link Dealer Search] – recomendamos-lhe que primeiro verifique por telefone. Ao falar com o potencial óptico, saberá imediatamente se existe a "química" certa, e se dispensa uns minutos para responder às suas questões. Não apresse a conversa, e comunique aquilo que sabe. Pergunte que sistemas utiliza para analisar os olhos dos pacientes e montar as armações, tais como para refracção ou para centragem das lentes oftálmicas. Comparando com os métodos mais tradicionais, os sistemas inovadores permitem uma análise visual significativamente mais precisa e adaptada aos olhos do portador. Se sentir que o seu óptico não respondeu de forma satisfatória às suas perguntas, não marque uma consulta. Continue à procura até encontrar um óptico que tenha disponibilidade para responder a todas as suas questões.

A primeira impressão conta

Quando chegar à loja, observe o seu interior. Gosta daquilo que vê? O local é confortável, limpo e ordenado? É um local onde não se importaria de despender uma ou duas horas?

O que importa mais? – Tempo

A parte mais importante ao comprar um novo par de óculos é encontrar um óptico com tempo para si, que possa fornecer-lhe uma consulta detalhada. Dois olhos nunca são idênticos, e um par de óculos de alta qualidade é tão único como uma impressão digital. Existem muitos factores a influenciar o quão bem é capaz de ver com os novos óculos, tornando ainda mais importante uma consulta abrangente e uma sessão de perguntas e respostas com o seu óptico. Leva tempo a encontrar as melhores lentes oftálmicas para si – e o seu óptico deve ter disponibilidade para tal. Se o seu óptico parecer sob tensão ou impaciente, se apenas utiliza termos técnicos que não compreende e o mesmo não explica, é melhor dar a consulta por concluída e dirigir-se a outro lado.

1. A sua história de caso (criação do seu perfil de visão pessoal)

A sua história de caso (criação do seu perfil de visão pessoal)

A consulta deverá começar com a sua história de caso detalhada. Um bom óptico quererá saber informações como: onde irá utilizar os seus novos óculos? Procura uns óculos para o dia-a-dia ou uns óculos para o trabalho, para conduzir ou como ajuda visual em casos específicos? Descreva onde irá utilizar os óculos em detalhe. Tem alguma doença relacionada com a vista? E se já tiver um par de óculos: o que gostaria de fazer aos antigos? O que não gosta?

Não se esqueça: se tiver a sensação de que o seu óptico está com pressa, foi ao lugar errado. Uma história de caso abrangente pode facilmente levar quinze minutos.

2. Medição dos olhos.

Medição dos olhos.

Uma vez registada a sua história de caso, o óptico começa com a medição objectiva da sua vista, para determinar a prescrição. Um bom óptico utiliza instrumentos de medição de ponta como o i.Profiler®plus da ZEISS. No mesmo, olha para a máquina e basta concentrar-se num ponto da imagem. É bastante fácil, e em pouco tempo é criado um perfil dos seus olhos parecido com uma impressão digital 3D. Desta forma, cada um dos minúsculos detalhes ópticos dos seus olhos pode ser identificado, incluindo anomalias, peculiaridades, propriedades da superfície e como é a sua visão nocturna. Estes são factores importantes que desempenham um papel fundamental na selecção das suas futuras lentes para óculos.

Refracção Subjectiva

Embora o i.Profiler capte todos os detalhes dos seus olhos, é necessária uma análise adicional para determinar a sua acuidade visual: a refracção subjectiva. Este termo diz respeito à medição visual "tradicional" efectuada pelo seu óptico. As lentes oftálmicas com diferentes prescrições são colocadas num par de armações e, em seguida, é realizado um teste para verificar quão bem é capaz de ver com as mesmas. Já se encontra familiarizado com este passo, se alguma vez tiver usado óculos. O óptico faz-lhe perguntas como: "Qual o mais nítido: o da esquerda ou o da direita?" – O procedimento continua até ter a certeza que atingiu o melhor resultado. Em alternativa, existe também o "foróptero". Este lembra um enorme par de óculos com lentes intermutáveis com diferentes prescrições que o óptico coloca diante do seu rosto. O seu óptico prime um botão para alterar as lentes oftálmicas em vez de as colocar manualmente em armações de teste.

Convém notar: se não tiver a certeza com que lente oftálmica vê de forma mais nítida, seja honesto! Diga-o ao seu óptico. Não tenha receio que este passo demore demasiado tempo. Lembre-se: todos os olhos são únicos, o que significa que numa pessoa este procedimento pode ser rápido, e noutra pode demorar um pouco mais. Um bom óptico não irá apressá-lo, pois a sua função é encontrar o par de óculos certo com precisão e cuidados que irão ajudá-lo a beneficiar de uma visão excepcional.

3. Selecção da armação e lentes oftálmicas

Selecção da armação e lentes oftálmicas

Em seguida vem a parte que toda a gente mais gosta. Um par de óculos é, em última instância, também um acessório de moda, e dada a variedade de tamanhos e cores entre os quais escolher, tomar uma decisão é muitas vezes difícil. Um bom óptico não só conhece qual a armação que melhor complementa os seus traços faciais e as suas lentes oftálmicas, como também o ajuda a limitar o número de possíveis selecções. Também sabe qual a armação que melhor se adequa às suas necessidades visuais. A maior parte das pessoas não se apercebe que nem todas as armações são adequadas para todas as lentes oftálmicas. Assim, o óptico deve fornecer-lhe informações sobre diferentes soluções de lentes oftálmicas, tratamentos e matizes. Um bom óptico oferece-lhe também lentes de alta qualidade. Afinal, estas são a parte mais importante de um par de óculos. Consoante as suas necessidades visuais em particular e como usará os óculos, o seu óptico irá sugerir opções adequadas, irá informá-lo acerca dos benefícios e detalhes e procurar garantir que beneficia de uma visão ótima com a sua armação preferida. Por vezes lentes oftálmicas económicas são perfeitamente adequadas, tais como um par de óculos de leitura. Um bom óptico distingue-se dos restantes pois explica todos os passos do processo para que possa compreender a sua sugestão. Se tal não for o caso, não hesite em colocar questões. Não diz muito sobre o profissionalismo do óptico se o mesmo não falar sobre a sua escolha de armação ou se lhe vender lentes oftálmicas sem explicar porque são as mais adequadas para si.

4. Montar os óculos

Montar os óculos

O último passo antes da compra é a montagem da armação seleccionada no seu rosto. A montagem é extremamente importante pois não existem dois rostos idênticos: a localização do nariz, dos olhos e das orelhas das pessoas varia de pessoa para pessoa, e cada par de olhos tem a sua própria distância à pupila (DP). Mesmo o ponto visual, ou seja, o ponto para o qual olha através da lente, varia de pessoa para pessoa. Todos estes parâmetros devem ser medidos, pois esta é a única maneira para o fabricante de lentes oftálmicas produzir um par de lentes oftálmicas perfeitamente personalizadas, garantindo assim a sua ótima visão.

Garantia e assistência

Garantia e assistência

Questione sobre as garantias e o período de tempo de cobertura das mesmas ("Posso trazer os meus óculos para que sejam reparados?")e ao efetuar a encomenda, certifique-se de que o recibo lista todos os serviços e preços individuais. Um bom óptico quer que fique contente com os seus novos óculos, e deve oferecer-lhe todas as melhorias necessárias e modificações adicionais.

Distribuição

Ao distribuir os óculos, o seu óptico deve verificar alguns aspectos, incluindo: quão bem consegue ver no geral? As lentes estão perfeitamente ajustadas? Uma pergunta particularmente importante para portadores de lentes varifocais: a centragem está perfeita? As lentes oftálmicas estão bem inseridas na armação? Em caso negativo, o óptico necessita de fazer algum ajuste? O mesmo é verdade se a extremidade das lentes estiver claramente visível ao usar os óculos, se os óculos não forem confortáveis ou se exercerem demasiada pressão sobre o seu nariz ou onde repousam nas orelhas..

Se o seu óptico tiver prestado atenção a todos estes problemas, a sua pesquisa terminou: está em boas mãos.

Como obtém os melhores resultados no teste de visão?

Muitos portadores de óculos sabem o que é efectuar dois testes de visão de seguida e obterem resultados diferentes. O motivo: o desempenho visual dos nossos olhos varia ligeiramente ao longo do dia. Normalmente, o desvio máximo são 0,25 dioptrias. A medição objectiva do i.Profiler®plus da ZEISS compensa estas diferenças e integra-as no design da lente oftálmica com a tecnologia i.Scription®. Contudo, para garantir que os seus olhos estão à altura da tarefa, seguem-se algumas dicas para obter o melhor resultado possível:

  • Tente ter os sonos em dia e estar o mais relaxado possível quando for fazer o teste de visão. Quanto menos tempo tiver decorrido entre o momento em que acordou e a sua consulta, menos "trabalho" os seus olhos realizaram.
  • Os portadores de lentes de contacto devem optar por óculos em vez de lentes de contacto 24 horas antes do teste. As lentes de contacto alteram a forma da córnea e, por isso, afectam o desempenho visual durante o teste de visão.
  • Não vá em jejum ou com sede. Uma deficiência nutricional ou desidratação podem afectar o resultado.
  • Diabetes podem provocar flutuações significativas na capacidade de funcionamento dos seus olhos. Os diabéticos devem ser testados a diferentes horas do dia e, em certas circunstâncias, por um oftalmologista.
  • Tomar determinados medicamentos também pode afectar a capacidade de funcionamento dos seus olhos. Consoante o medicamento, é recomendável tomá-lo após o teste de visão.
  • Se o seu óptico não lhe perguntar, informe-o de quaisquer medicamentos que esteja a tomar, bem como de doenças como a diabetes.
  • Permita o tempo que seja necessário para testar a sua visão. Um bom óptico necessitará de uma hora para realizar o teste de visão, já incluindo a consulta.

Com que frequência se deve fazer um teste de visão?

  • Adultos sem problemas visuais ou doenças oculares devem testar a visão com a seguinte periodicidade: a cada seis meses para indivíduos com 20 a 39 anos, a cada dois a três anos para indivíduos com mais de 40, e a cada um a dois anos para indivíduos com mais de 65 anos.
  • É recomendável que os portadores de óculos se submetam a um teste de visão anualmente junto do seu óptico. O óptico deve também verificar os seus óculos actuais e realinhá-los, se necessário. Independentemente da sua idade ou problemas visuais que possa ter: deve sempre ser submetido a um teste de visão se notar que a sua visão está a piorar, ou se a sua vista andar mais cansada que o habitual.
  • As crianças devem ser submetidas a testes de visão com regularidade: começando com dois a três anos e meio, depois antes de começar a escola e, posteriormente, a cada dois anos até à idade adulta. Desta forma, é possível identificar precocemente sinais de deficiências visuais ou doenças oculares. Bebés prematuros e crianças cujos pais ou irmãos sofram de uma deficiência visual grave ou estrabismo devem ir ao oftalmologista com regularidade para serem avaliados, desde os seis meses de idade.
O meu Perfil Visual Determine já os seus hábitos visuais e encontre a sua solução de lentes oftálmicas.
Encontre uma óptica ZEISS perto de si

Artigos relacionados

Tudo o que precisa de saber sobre as suas novas lentes de precisão ZEISS
Uma lista de pontos a considerar ao comprar óculos novos Óculos para ver ao perto e ao longe, óculos com lentes progressivas, óculos de desporto, de leitura ou de trabalho: o que precisa de saber?
O uso de óculos inadequados ou a exposição à luz desfavorável podem prejudicar os seus olhos? Passamos a explicar o que acontece aos olhos quando têm de se esforçar em demasia.
Quando os óculos ficam muito apertados. As melhores dicas para uma visão confortável e o ajuste perfeito. Quer sejam as hastes, a ponte nasal ou a armação dos óculos, existem diversos critérios que são cruciais para uma visão ideal.

Produtos relacionados