Os seus olhos tremem?

Sintomas, causas, tratamento e prevenção

Embora sejam geralmente inofensivos, os espasmos podem ocorrer de repente e são considerados muito incomodativos. Aquilo a que os médicos se referem como fasciculação, é correntemente designado por espasmo. A MELHOR VISÃO explica as suas causas, como podemos relaxar os olhos para eliminar os espasmos e o que podemos fazer para preveni-los.

Temos a noção de que as nossas pálpebras se movimentam regularmente, cobrindo os olhos com uma película lacrimal suficiente. No entanto, se sentir que as suas pálpebras se movimentam de forma rápida e irregular, como se estivessem a tremelicar, é sinal de que algo não está bem. Existem várias causas possíveis para este problema, mas, normalmente, não há motivo para preocupação.

Sintomas:

Se começar a sentir "tremeliques" nos olhos, não entre em pânico. Na verdade, apenas um olho está a tremer. Os espasmos podem assumir diversas formas. Haverá ocasiões em que nem sequer se dará conta, e ocasiões em que sentirá que a pálpebra superior ou inferior está fora de controlo. Os espasmos são normalmente inofensivos, mesmo que durem vários dias.

Causas:

Estes espasmos são geralmente provocados por stress, nervosismo, ansiedade, excesso de cafeína, olhos cansados (por ex., devido ao uso do computador no trabalho ou à utilização excessiva de dispositivos digitais)[LINK ZU Digital lenses], tensão arterial alta ou falta de sono. Todos estes factores sobrecarregam os nervos e podem provocar espasmos musculares involuntários em redor dos olhos. Para sermos mais precisos, as descargas nervosas dos nervos faciais (Nervus facialis) provocam espasmos involuntários na pálpebra superior (Musculus levator palpebrae superioris) e na pálpebra inferior (Musculus orbicularis oculi).

Outra causa frequentemente citada é a carência de minerais, geralmente de magnésio (hipomagnesemia). O magnésio é importante para garantir uma boa comunicação entre os músculos e os nervos. Quando existe uma carência deste mineral, os nervos podem enviar sinais errados para os músculos. Além dos espasmos, também pode provocar cãibras nas pernas. A carência de magnésio é geralmente provocada por hábitos alimentares pouco saudáveis ou refeições pouco equilibradas, embora a diarreia e as dietas também sejam causas possíveis. Além disso, o nosso organismo às vezes precisa de mais magnésio; por exemplo, durante a gravidez ou ao praticar exercício físico com regularidade. Diabetes, doenças renais crónicas, doença celíaca (intolerância ao glúten) e abuso de bebidas alcoólicas também podem originar carência de magnésio. O seu médico pode realizar-lhe uma simples análise ao sangue para detectar a carência de magnésio.

Em casos mais raros, os espasmos podem ser provocados por infecções, perturbações neurológicas, esclerose múltipla ou tumores cerebrais. Outras possíveis causas para os espasmos são a presença de corpos estranhos nos olhos, conjuntivite, inflamação da margem da pálpebra ou pequenas lesões na córnea resultantes, por exemplo, da colocação incorrecta das lentes de contacto. Se além dos espasmos, observar sinais de paralisia e distúrbios da fala ou da visão (como visão dupla), deve consultar um médico imediatamente, pois podem ser os primeiros sinais de um ataque cardíaco ou AVC.

Tratamento:

Para aliviar os sintomas agudos, use um pano embebido em água quente. Coloque o pano sobre a pálpebra durante cinco a dez minutos, pois o calor ajuda a relaxar os músculos, diminuindo os espasmos. Óculos ou máscaras com gel podem surtir um efeito semelhante. Estes podem ser adquiridos em farmácias ou em lojas de produtos de beleza e de saúde, e podem ser aplicados a frio ou a quente. Massajar delicadamente a pálpebra também pode aliviar os sintomas. Se os espasmos forem provocados por uma carência de magnésio, o problema pode ser solucionado através da ingestão de alimentos ricos em magnésio, nomeadamente amendoins, avelãs, espinafres, sementes de girassol, milho-painço, arroz, feijões, aveia e água mineral enriquecida com magnésio. Os suplementos de magnésio também podem aliviar rapidamente os espasmos intensos.

Regra geral, se não sofre de espasmos frequentes, não precisa se preocupar com tratamentos. Só terá de consultar um médico se os espasmos durarem várias semanas ou se piorarem. Neste caso, é aconselhável consultar um médico. Um oftalmologista conseguirá determinar se os espasmos têm ou não origem numa deficiência visual. Se não for tratada, até a mais pequena deficiência visual pode resultar num esforço excessivo para os olhos, provocando os espasmos. Se não conseguir marcar uma consulta rapidamente com o seu oftalmologista, um óptico também pode realizar um exame ocular para verificar se existe alguma deficiência visual. Se não houver indícios de deficiência visual, deve consultar um neurologista para descartar doenças como tumor cerebral ou lesões nervosas.

Teste de visão online da ZEISS Consegue ver bem os contrastes e as cores? Teste a sua visão aqui de forma rápida e simples!

Prevenção:

Existem várias maneiras de evitar os espasmos, dependendo da sua causa. Se os espasmos forem provocados por stress, excesso de cafeína, má alimentação ou falta de sono, basta corrigir esses problemas. O stress físico ou mental pode ser combatido com técnicas de relaxamento. Existem inúmeras maneiras de relaxar, por exemplo, através de exercícios de relaxamento orientados por profissionais, treino autógeno, yoga, meditação, desporto, mais horas de sono, música relaxante ou longas caminhadas. As massagens também ajudam, seja na parte afectada do olho, na cabeça ou nas costas. Se passa muito tempo a trabalhar ao computador e os seus espasmos forem provocados por fadiga visual digital, existem lentes para computador que podem ajudar na sua prevenção.

O meu Perfil Visual Determine já os seus hábitos visuais e encontre a sua solução de lentes oftálmicas.
Encontre uma óptica ZEISS perto de si

Artigos relacionados

10 conselhos para ter olhos saudáveis Como evitar os olhos secos e a fadiga ocular.

Saúde e prevenção 18/abr/2019

Tags:

Glaucoma – tudo o que precisa de saber acerca da segunda maior causa de cegueira O glaucoma é uma doença grave dos olhos que afecta a tensão ocular.

Saúde e prevenção 14/mar/2019

Tags:

Porque razão é que os óculos das crianças devem oferecer a melhor protecção UV O que todos os pais devem saber, para proteger os olhos dos seus filhos contra a radiação ultravioleta (UV) nociva.
Quais os óculos de sol adequados para a sua actividade favorita? Existe um par de óculos de sol perfeito para qualquer ocasião

Produtos relacionados