LASIK: um guia breve

Cirurgia ocular a laser para o tratamento de miopia, hipermetropia e astigmatismo

A cirurgia LASIK é uma opção de tratamento eficaz para miopia, hipermetropia e astigmatismo. Caso esteja a considerar cirurgia a laser, aqui tem as informações de que necessita sobre este procedimento.

O que é a técnica LASIK?

A técnica LASIK (Ceratomileuse Local Assistida por Laser) trata erros refrativos através da dobragem da camada superior do olho e remodelação dos tecidos sob a mesma. Tal como acontece com outras cirurgias oculares a laser, a técnica LASIK trata a diminuição da visão remodelando a córnea para corrigir a forma como a luz é focada na parte traseira do olho.

Desde a sua invenção nos anos 90, a técnica LASIK tem sido o mais popular método de tratamento cirúrgico para a correção da miopia, hipermetropia e astigmatismo.

Como funciona a técnica LASIK?

Com a técnica LASIK, um cirurgião corta uma lasca de tecido, criando um flap na parte dianteira do olho para expor as camadas interiores do tecido corneal a um laser de excímeros. Os cirurgiões utilizarão um instrumento mecânico, denominado microcerátomo, ou um laser de femtosegundo para criar o flap.

Quando é utilizado um laser de femtosegundo para criar o flap LASIK, o procedimento é descrito como cirurgia Femto-LASIK. Este tipo de laser possui um impulso extremamente curto e é próximo de infravermelho. A sua elevada intensidade de pico durante uma duração de impulso extremamente baixa (alguns femtosegundos) permite efetuar cortes ou planos únicos de microprecisão no tecido corneal sem afetar os tecidos circundantes.
Após dobrar o flap, um laser de excímeros efetua o tratamento do erro refrativo do olho. O laser efetua apenas a ablação do tecido necessário, não afetando os tecidos circundantes.

Vantagens

  • Procedimento padrão: a técnica LASIK tem sido o tratamento padrão nos últimos 20 anos, com vários cirurgiões experientes neste procedimento.
  • Recuperação rápida: normalmente, a visão torna-se mais clara algumas horas após a cirurgia, vindo a estabilizar ao longo das semanas seguintes.
  • Elevada disponibilidade: a técnica LASIK é atualmente a forma mais comum e prevalente de cirurgia ocular a laser. A maioria das clínicas que disponibilize Correção a Laser da Visão possuirá a tecnologia para este procedimento.

Preparação para a cirurgia

Antes e no dia da cirurgia

Antes da cirurgia, os pacientes são normalmente instruídos pelo médico no sentido de:

  • Não usar lentes de contacto rígidas durante, pelo menos, quatro semanas nem lentes suaves durante duas semanas antes da cirurgia, visto que isso poderá interferir com os testes de diagnóstico pré-operatórios.
  • Não aplicar maquilhagem, perfume ou cremes no dia anterior ao procedimento nem no dia do mesmo. Estes produtos podem deixar resíduos em redor do olho e nas pestanas, o que aumenta as possibilidades de infeção.
  • Se conduzir, providencie transporte alternativo imediatamente após a cirurgia e, possivelmente, durante alguns dias após a mesma.

Os passos

Entorpecimento do olho

Entorpecimento do olho

Para reduzir a dor durante a cirurgia, são administradas gotas de anestesiante para entorpecer o olho. É utilizado um fixador de pálpebra para evitar o pestanejo durante a cirurgia.

Imobilização do olho e criação do flap

Imobilização do olho e criação do flap

Após o entorpecimento do olho, é necessário imobilizá-lo para a cirurgia. Para isso, é colocada uma lente de vidro ou um anel de sucção suavemente sobre o olho. Nesse momento, poderá sentir uma ligeira pressão. Assim que o olho se encontra imobilizado, o médico irá cortar uma fina camada de tecido a partir da parte superior do olho com um dispositivo mecânico (microcerátomo) ou com um laser de femtosegundo.

Passagem para o laser de excímeros

Passagem para o laser de excímeros

Após a criação do flap, o paciente será movido para o laser de excímeros para o próximo passo do procedimento. O médico irá então abrir a camada superior do olho, ficando dobrada para trás como um livro aberto.

Sculpting the cornea

Sculpting the cornea

O laser é utilizado para esculpir o tecido na córnea para corrigir o erro refrativo. Os lasers de excímeros estão equipados com um sistema de rastreio do olho para acompanhar e compensar os movimentos do mesmo durante a cirurgia. Dependendo do laser, poderão ser emitidos sons e odores.

Aderência do flap

Aderência do flap

O cirurgião volta a colocar o flap na respetiva posição original. Após algumas horas, o flap irá aderir ao tecido subjacente sem suturas.

Após a cirurgia

Após a cirurgia, recomenda-se:

  • Não esfregar o olho que foi operado, descansar e não efetuar demasiados esforços
  • Usar óculos de proteção no dia após a cirurgia para evitar uma movimentação acidental do flap ao esfregar o olho
  • Usar um penso ocular enquanto dorme durante uma semana para evitar a movimentação do flap
  • Utilize colírios durante alguns dias após a cirurgia para prevenir infeções e atenuar a secura
  • Evitar desportos de contacto intensos durante, pelo menos, duas semanas

Potenciais efeitos secundários

Nenhuma intervenção cirúrgica está totalmente isenta de riscos e efeitos secundários. O seu oftalmologista pode evidenciar todos os potenciais riscos e decidirá se será elegível para a cirurgia.
 
Contudo, após a cirurgia, poderão ocorrer as situações abaixo:
Complicações relacionadas com o flap: embora normalmente o flap volte a aderir ao olho após a cirurgia, este não se volta a selar completamente no tecido corneal. Visto que o flap se encontra sobre o olho, existe uma possibilidade remota de este se deslocar, especialmente durante desportos de contacto ou outras atividades. As complicações relacionadas com o flap após a cirurgia poderão incluir infeção, inflamação e deslocamento do flap.

Síndrome de secura ocular: este sintoma pode ocorrer após uma cirurgia de correção da visão com a técnica LASIK. Nervos cortados durante a cirurgia a laser poderão reduzir a frequência do pestanejo do paciente e/ou fazer com que não sejam transmitidos sinais suficientes aos canais lacrimais. Pestanejar com menor frequência faz com que o fluido lacrimal do olho se evapore mais rapidamente, podendo conduzir a uma menor lubrificação e maior secura do olho. Olhos secos após a técnica LASIK podem originar desconforto e resultados visuais menos desejáveis, contudo, é uma situação que normalmente melhora ou desaparece com o tempo.
 

Perguntas frequentes

Quais as vantagens da técnica Femto-LASIK face ao método LASIK clássico?

A diferença entre a técnica Femto-LASIK e o método LASIK clássico é a forma como o flap na córnea é criado. Na técnica Femto-LASIK, é utilizado um laser para cortar o flap. No método clássico, o cirurgião abre a córnea manualmente com um microcerátomo (dispositivo mecânico).

O laser pode ser mais preciso e previsível no corte do flap do que o método manual com o dispositivo mecânico. Contudo, os cirurgiões oftalmologistas não partilham uma opinião uniforme sobre se um dos métodos é clinicamente superior ao outro. A decisão entre os dois é tomada com base nas condições existentes do paciente e nas preferências do médico.

Após a cirurgia com a técnica LASIK, quais são as hipóteses de conseguir ver tão bem como quando usava óculos ou lentes de contacto?

Nem todas as pessoas ficarão com uma visão 20/20 após serem submetidas a uma cirurgia com a técnica LASIK. Contudo, uma análise global sobre a técnica LASIK em 2009 descobriu que mais de 95% dos pacientes submetidos a cirurgias com esta técnica entre 1995 e 2003 estavam satisfeitos com os resultados das mesmas. 

As cirurgias PRK/LASEK e SMILE não requerem flap na córnea. Como diferem estas soluções da técnica LASIK?

As técnicas PRK/LASEK não são normalmente recomendadas para o tratamento de miopia grave, enquanto a técnica SMILE não é adequada para o tratamento de hipermetropia.

Será melhor discutir as suas opções com um especialista ocular e encontrar a solução ideal para as suas necessidades.

Quanto tempo demora a recuperação de uma cirurgia com a técnica LASIK até poder regressar à minha rotina normal?

Normalmente, o procedimento demora cerca de 30 minutos e poderá voltar às suas atividades diárias após um ou dois dias.

O tempo de recuperação difere entre pacientes, contudo, o flap deverá estar estável após alguns dias. É também possível que a sua visão varie durante vários meses após a cirurgia.

Normalmente, os médicos agendam um exame de acompanhamento no dia após a cirurgia e um mês após a cirurgia para verificar o seu progresso.

O meu Perfil Visual Determine já os seus hábitos visuais e encontre a sua solução de lentes oftálmicas.
Localizador de Clínicas Encontre a sua clínica de eleição local

Related Articles

SMILE Um guia breve sobre cirurgia ocular minimamente invasiva
PRK/LASEK Um guia breve sobre cirurgia a laser na superfície do olho
Potenciais riscos e custos da cirurgia ocular a laser No que respeita à correção da visão, estão disponíveis várias opções de cirurgia ocular a laser. MELHOR VISÃO explica os riscos e custos envolvidos.
O processo de cirurgia ocular a laser Se está a considerar a cirurgia ocular a laser, poderá sentir-se um pouco sobrecarregado com todas as informações. MELHOR VISÃO explica cada passo do processo, evidenciando algumas perguntas importantes a colocar ao longo do percurso.
SMILE, LASIK ou PRK/LASEK? Comparação do tratamento Descubra como as cirurgias oculares a laser se comparam
Perguntas frequentes sobre cirurgia ocular a laser Está a considerar a cirurgia ocular a laser? MELHOR VISÃO responde a algumas das perguntas mais frequentes sobre esta opção de correção da visão.
Cirurgia ocular a laser: encontrar a clínica certa Se está a considerar a cirurgia ocular a laser, é importante encontrar a opção de tratamento e clínica mais adequadas às suas necessidades individuais. MELHOR VISÃO compara todas as opções e explica como poderá encontrar a clínica certa.